Proposta para fim do estatuto da criança e do adolescente

Acabar com o estatuto da criança e do adolescente não vai reduzir a marginalidade, vai aumentar o número de abusos infantis: entende-se por abuso, não apenas o sexual.

Não consigo entender uma parte de pessoas que defendem o seguimento ferrenho da lei, perder a cabeça e quebrar a lei quando convém.

Eu também acho que quem comete crime deve ser penalizado, mas penalização não é agressão e punição.

Veja bem, se você pega uma criança cometendo um delito, é mais fácil de reintegrar essa criança a sociedade para viver conforme nossas regras aceitáveis, colocar essa criança numa instituição educacional com acompanhamento psicológico seria o correto.

Muitos vão dizer: Ah, mas eu também fui pobre e não saí por aí cometendo delitos, e também não tive oportunidade, então o que comete vai sair melhor que eu depois de ter feito o crime, isso é bonificação pela criminalidade que ele teve.

Olha o grau de egoísmo da pessoa, não entende que a pessoa que cometeu o crime já está abaixo da suas oportunidades psicológicas e sociais para conviver em sociedade.

O estatuto da criança e do adolescente não passa a mão em cabeça de marginal, ele também permite avaliar casos de abuso infantil. A loucura que vai acontecer é voltar no tempo que crianças cuidavam de outras crianças em casa de família ao invés de estar numa escola.

E por último, que deveria ser o primeiro, as escolas precisam de uma reformulação, vivemos numa sociedade onde pais e mães trabalham fora, precisamos de lugares para essas crianças nesse meio tempo, escola integral é a solução, repaginação no sistema educacional e na grade curricular.

Aí vão dizer: ah, mas a escola não educa, pai e mãe que educa.

Volto a dizer, quem tem condições paga uma oura atividade para o filho, outra escola ou recreação para manter a criança ocupada enquanto os pais não podem estar em casa fazendo isso.

Sejamos menos egoístas e mais racionais.

Eu vi esse vídeo antes de escrever esse texto:

Nos comentários, eu percebi que Luiz na verdade mora no Canadá.

A lei no Canadá: A legislação canadense (Youth Criminal Justice Act/2002) admite que a partir dos 14 anos, nos casos de delitos de extrema gravidade, o adolescente seja julgado pela Justiça comum e venha a receber sanções previstas no Código Criminal, porém estabelece que nenhuma sanção aplicada a um adolescente poderá ser mais severa do que aquela aplicada a um adulto pela prática do mesmo crime.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: